Ataque Cardíaco: O que é, como se prevenir

Você provavelmente já ouviu falar em ataque cardíaco, e, mesmo que não conheça ninguém que sofreu um, é capaz que tenha visto na televisão ou em outro lugar falando sobre. O ataque cardíaco é um problema que começa com a interrupção do fluxo sanguíneo, o que faz com que o oxigênio seja impedido de chegar ao coração, o que pode levar o indivíduo à morte. Neste artigo, você vai saber como se prevenir.

 Ataque Cardíaco

Ataque Cardíaco – Como se manifesta?

Ele pode se manifestar de várias formas, como por uma dor ou aperto no peito e que pode irradiar para o braço ou as costas, além da mandíbula, respiração e batimentos cardíacos irregulares, fraqueza ou tontura e náusea ou vômito. Esse é um problema grave de saúde e que, ainda mais por poder levar à morte, deve ser tratado imediatamente. Inicialmente, você precisa ligar para o número do SAMU, que é o 192, ou ligar para o número do atendimento móvel particular.

 Como é feita a prevenção?

A prevenção exerce um papel muito importante para que as pessoas não fiquem doentes, e, nesse caso, não sofram de infarto. A primeira coisa a se fazer é tomar cuidado com o seu peso, visto que pessoas com obesidade têm mais risco de sofrerem desse tipo de problema. E não é apenas o coração que funciona melhor em pessoas que não são obesas — outros órgãos, como os pulmões, e articulações, funcionam de forma mais correta quando a pessoa não tem excesso de peso.

Outra coisa muito prejudicial para quem não quer sofrer de problemas cardíacos é o consumo exagerado de açúcar, pois ele se acumula no sangue, de forma a aumentar o risco da diabetes e de problemas cardiovasculares. As frutas contêm o próprio açúcar, mas o perigo de verdade está nos alimentos processados, refrigerantes e doces. Uma dieta saudável consiste em apenas 50 gramas de açúcar por dia por adulto, mas um copo de refrigerante já tem metade disso.

Se você quer se manter sempre saudável e com isso ter uma boa saúde cardiovascular, uma valiosa dica é se manter fisicamente ativo, pois isso reduz a tensão arterial e melhora os níveis de colesterol. Se não sabe que tipo de exercício é melhor, vou dar duas dicas: pratique a natação ou a bicicleta. Se isso for inviável, uma boa caminhada de 30 minutos por dia já vai ajudar.

Você deve ficar atento para não contrair hipertensão. Trata-se de uma doença assintomática, ou seja, ela te faz mal sem você saber que ela está lá, e é por isso que o ideal é fazer a medição, pois é a única maneira de detectar a doença. É importante também sempre verificar o nível de colesterol, triglicerídeos e da glicemia.

Fumar é prejudicial a muitas coisas, todos nós sabemos disso. Mas você sabia que o hábito é um risco para problemas cardíacos e, especificamente, para o ataque cardíaco? O cigarro limita a oxigenação do coração, potencializa a hipertensão e ainda danifica as células das artérias e dos vasos. Mas não se preocupe por já ter fumado por muito tempo. Em 15 anos sem fumar, o risco cardiovascular fica igual ao de quem nunca fumou.

A última dica deste artigo é um convite a procurar formas de relaxar mais e conviver com as outras pessoas. Se você é uma pessoa ansiosa, isso faz com que sua tensão arterial suba. Se você é uma pessoa deprimida, tem mais chances de ficar doente. O convite que fazemos é para que você procure formas de diminuir o estresse, como fazendo algo que gosta, como leitura, ou tirando um tempo para cuidar de si e do seu corpo, como fazendo caminhada ou ioga.

 Muitas pessoas apenas deixam para cuidar da saúde quando adoecem. Aproveite a oportunidade que tem agora para proteger o seu coração com as dicas acima. Obrigado por ler e até mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *