Bronquite: Tipos, Sintomas e Tratamentos

Quando falamos em bronquite, estamos falando em uma inflamação das principais passagens de ar para os pulmões. Dessa forma, o ar não chega aos pulmões e faz a pessoa ter um monte de sintomas desagradáveis, dos quais serão falados hoje. Neste artigo, além dos sintomas você verá os tipos e os tratamentos da bronquite. Acompanhe. Bronquite

Bronquite

Talvez você não saiba disso, mas existem dois tipos de bronquite. O primeiro deles é a bronquite aguda, que é acompanhada de gripes ou outro problema respiratório. É importante saber que esse tipo de bronquite tem curta duração. O outro tipo é a bronquite crônica, a qual precisa de cuidados especiais e que tem uma duração muito maior.

A bronquite aguda normalmente está acompanhada de alguma infecção respiratória, como os resfriados, e é normalmente causada por um vírus. Mas não é só isso; além do vírus, às vezes é possível contrair uma infecção secundária nas vias respiratórias.

A bronquite crônica, por outro lado, normalmente é causada pelo fumo em excesso, por emissões de gases tóxicos e também pela poluição. A exposição a agentes irritantes pode fazer com que a pessoa contraia a doença, mas fatores de risco como a imunidade baixa, a idade — os idosos têm mais chance de contrair bronquite, mas crianças e bebês também estão mais vulneráveis — também são precursores.

Sintomas

Entre os sintomas da bronquite, destacam-se a tosse com a presença de muco, febre, fadiga, desconforto no peito, dificuldade para respirar e falta de ar, roncos, calafrios e chiados. A bronquite crônica tem sintomas próprios, tais como inchaço nos pés, tornozelos e pernas, além de poder ser notado uma coloração roxa nos lábios, que se dá pelo baixo nível de oxigênio. Infecções respiratórias também estão presentes.

Tratamento

A bronquite é um problema de saúde que muitas vezes se resolve sozinho, onde não é nem mesmo preciso fazer uso de medicamentos. Os sintomas, nesses casos, costumam desaparecer em cerca de duas semanas. Entretanto, dependendo do seu caso pode ser necessário fazer uso de medicamentos, como os xaropes para a tosse, os antibióticos — que devem ser usados em casos de infecção bacteriana — e os antialérgicos, medicamentos para a asma ou outras doenças obstrutivas crônicas.

Pode acontecer de os seus sintomas da bronquite não desaparecerem, e nesse caso o médico pode prescrever um inalador para abrir as vias respiratórias, se você estiver sofrendo de chiado no peito.

Quanto aos medicamentos, pode ser receitado os remédios, por exemplo, Acebrofilina, Aires, Amoxicilina + Clavulanato de Potássio, Azitromicina, Clavulin, Flanax, Franol ou outro. Não tem como dizer qual é o medicamento mais indicado para o seu caso, então você deverá ser sincero com o médico e contar todos os sintomas que apresenta. É importante que sempre siga às orientações de seu médico e que nunca se automedique ou interrompa o uso de um medicamento antes de falar com o médico. Lembre-se de consultar a bula para esclarecer suas dúvidas gerais.

Dicas

Dicas sempre são válidas quando beneficiam pessoas que sofrem de problemas de saúde. Se você tem bronquite, é realmente necessário que você pare de fumar e beba bastante líquido, além de repousar e fazer o uso de medicamentos que não precisam de receita no caso de ter febre. A última dica é muito importante: trata-se da sugestão de utilizar um umidificador ou vaporizador no banheiro.

 Bronquite tem cura?

Quem convive com a bronquite sabe o quão difícil de lidar ela pode ser. Uma bronquite aguda ou crônica pode originar uma pneumonia, por exemplo. No caso da bronquite aguda, os sintomas costumam desaparecer entre sete e dez dias. Ainda assim, é possível que a pessoa tenha uma tosse seca e cortada por vários meses.

Se você sofre de bronquite crônica avançada, as chances de recuperação são infelizmente baixas, e é por isso que são necessários a detecção e o tratamento o mais cedo possível, além da interrupção do hábito de fumar.

 Obrigado por ler o artigo até aqui e até mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *